Já parou para pensar em Panelas? Será que a panela que você utiliza não está contaminando você e sua família?

Hoje muito se fala sobre saúde, dieta, qualidade da alimentação, preparações fit, low carb, orgânicos, estresse oxidativo e etc… Mas será que você não está se esquecendo de algo básico como sua simples panela? Será mesmo que aquela panela velha é a que faz comida boa?

Então chega de enrolação e vamos direto ao assunto!

Boa qualidade:

Captura de Tela 2016-05-18 às 18.53.38Aço Inox
Sem dúvida uma opção muito boa e com ótimo custo benefício. São extremamente duráveis, fáceis de lavar e relativamente seguras para cozinhar. O problema que vejo no Inox é a presença de Níquel na composição, que quando ingerido tem efeito cumulativo no organismo e pode ser toxico. Para evitar isso, preste atenção na qualidade da panela, principalmente aquelas importadas que não possuem marca ou controle de qualidade, fuja delas! Procure uma marca idônea para suas panelas. Recomendo que procure uma que possa ser levada ao forno.

panelas-esmaltadasEsmaltadas
Feitas com material neutro e não reativo, não transfere produtos químicos ou metais para os alimentos. Considerada uma das melhores opções entre todas, mas seu preço não é atrativo, embora tenha excelente durabilidade. Lembre-se de procurar por marcas que tenham certificação de produção com uso de materiais atóxicos, PFOA-free, PTFE-free e Cádmio-free, garantindo que possam ser utilizadas em altas temperaturas sem liberação de toxinas. Geralmente podem ser levadas ao forno.

panela-ferroFerro
Essa é uma velha conhecida. Tem grande durabilidade, boa retenção de calor, pode ser utilizada no fogão a lenha e levada ao formo. Deve ser evitada por pessoas com excesso de ferro no sangue (Hemocromatose). A desvantagem fica por conta da manutenção, devendo serem secas após a lavagem e a aplicação de óleo pode ser interessante para prevenir a oxidação, principalmente quando não forem utilizadas por longos períodos.

Vidro
Totalmente neutra. Não libera resíduos nem outros tipos de contaminação, sendo totalmente seguras para cocção. No entanto nem tudo são flores. São pesadas, caras e muito frágeis.

panela-vidro

Má qualidade:

panela-teflonTeflon
Cada vez mais procurada por todos devido à praticidade, o teflon não é um material seguro. O teflon contém uma substância chamada PFOA (Ácido Perfluorooctanóico). Em estudos realizados em animais, o PFOA provocou câncer, lesões hepáticas, comprometimento do sistema imunológico, defeitos no crescimento e mortes. Para humanos, já sabemos que trata-se de uma substância cancerígena. O teflon também libera produtos químicos no ar se for aquecido acima de 350 graus. A fumaça tóxica do teflon mostrou-se mortal para aves e até a própria Dupont relata sua toxicidade. Se escolher as panelas de teflon, opte por marcas de qualidade e procure pela certificação “PFOA Free”, e use sempre para preparações rápidas e em fogo baixo. Nunca deixe o teflon ultrapassar 200 graus, então nada de grelhar/selar carnes em altas temperaturas aqui! Jamais compre sua panela teflon naquela barraquinha da feira.

panelas-aluminioAlumínio
Panelas de alumínio não são seguras. Há transferência de alumínio da panela para a comida e isso é altamente tóxico para a nossa saúde. O alumínio tem efeito cumulativo no corpo provoca sérios danos no sistema nervoso, levando à doenças neurodegenerativas como Alzheimer. O uso do alumínio em panelas ainda é controverso, mas eu realmente não aconselho seu uso! E mais uma dica importante para não liberar mais alumínio nos alimentos, jamais raspe a panela com um garfo/colher enquanto cozinha e não deixe ninguém “arear” sua panela de alumínio.

Cobre

panela-cobre
O cobre não é toxico como o teflon ou alumínio, mas pode ser liberada grande quantidade desse metal no alimento e causar diversos problemas para a saúde, causando alterações de humor, depressão, acne, eczema, dor de cabeça e deficiência no sistema imunológico.

Considerações pessoais
Antes de tudo, nada de pânico. Ninguém precisa sair correndo e gastar todo seu suado salario para trocar as panelas. A idéia aqui é mostrar as opções e, caso decida trocar para algo melhor, recomendo que faça isso aos poucos, compre uma de cada vez. Panelas são caras, mas devem ser encaradas como um investimento para saúde. O preço até pode parecer alto agora, mas a durabilidade é bem grande. Não trocamos panelas a cada ano.

Captura de Tela 2016-05-18 às 19.05.30Como o assunto é polêmico e confuso, vou falar das minhas escolhas pessoais: inox, cerâmica, ferro e teflon. Sim, eu uso teflon, mas deixo essa opção para preparações rápidas como ovos mexidos, omeletes etc, e sempre em fogo baixo. É um uso bem pontual, com inteligência. Pretendo substituí-la por uma de cerâmica antiaderente de boa qualidade, mas por enquanto uso a teflon com esses cuidados.

Gostou do texto? Tem algum assunto que gostaria de saber mais? Deixe suas sugestões!


Ramon R. Nicotari
Nutricionista CRN 31139

CONSULTAS
Celular / WhatsApp: +55 (16) 99241-9663
email: ramon.rrn@gmail.com

Facebook: /ramonnicotarinutricionista
Instagram: @ramonnicotari
Snapchat: ramonnicotari

Curta e compartilhe!